Feira do Jacaré Açu

2ª Feira do Jacaré-açu deve acontecer no segundo semestre de 2021, em Tefé (AM)

COMPARTILHAR

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

Na última quinta-feira, (18/3), a Prefeitura de Tefé, através da Secretaria Produção, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e Sustentável (SEMPA), participou de uma reunião para discutir a realização da 2ª Feira do Jacaré-açu de Manejo do Estado do Amazonas, prevista para acontecer entre outubro ou dezembro deste ano.

A expectativa pela comercialização do jacaré-açu de manejo é de que a quantidade comercializada seja dobrada, em relação a primeira edição, em 2020, onde foram comercializados 585 kg de carne de jacaré e que gerou uma receita de R$ 8.150,00 em apenas um dia de feira. Na ocasião, foi comercializada toda a carne e a pele foi comprada pela Nova Kaeru, indústria mineira de comércio e couros.

A reunião entre Euclides Luis, coordenador de pesca e aquicultura da SEMPA, e, Diogo Lima, coordenador do Programa de Pesquisa em Conservação e Manejo de jacarés do Instituto Mamirauá, aconteceu na sede da instituição de pesquisa, na Estrada do Bexiga, no bairro de Fonte Boa.

“A Prefeitura de Tefé, por meio da SEMPA está engajada na melhoria econômica na vida da população tefeense, associada a estratégias efetivas de desenvolvimento econômico e sustentável”, pontua o secretário Odormando Duarte.

O jacaré possui grande potencial econômico por ser completamente aproveitado para comercialização. O couro é vendido para o mercado de bolsas e sapatos por cerca de R$ 30,00 o centímetro, já a carne é destinada a alimentação e as vísceras são utilizadas para fazer ração animal.

A 2ª edição da Feira do Jacaré-açu de Manejo de Tefé deverá acontecer entre outubro-dezembro, com expectativa de comercialização de 72 unidades de jacarés-açus, equivalente a 1.600 kg de carne, com tamanho inicial de 2 metros.

“A feira deve ocorrer em dois dias e com ampla divulgação na cidade. Os cortes da carne: patas, tronco e o rabo, deverão ser feitos na própria feira e serão comercializados nos valores de R$ 6,00 a R$ 15,00”, explica Diogo Lima.

Embora seja grande a expectativa para a realização do evento, o manejo ainda depende de autorização da SEMA e IBAMA, que deve ser solicitada nas próximas semanas.

A Coordenação de Pesca e Aquicultura tem o objetivo de desenvolver a economia pesqueira municipal, viabilizando o aproveitamento das suas potencialidades. Além de qualificar serviços, elaborar projetos realizar e apoiar eventos que promovam as possibilidades de investimentos no município, atentos para a sustentabilidade e preservação ambiental.

“A 2ª edição da Feira do Jacaré-açu entra na nossa programação anual de fortalecer ações como essa, levando o máximo de benefício ao pescador que atua no manejo do jacaré bem como inserir no mercado local um novo produto oriundo do manejo”, finaliza Euclides Luis.

Prefeitura de Tefé – Governo do Povo