Saúde

Alimentação saudável em meio a pandemia

COMPARTILHAR

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Prefeitura de Tefé e Sesc realizam atividades de compostagem colheita e entrega de hortaliças para a Creche Criança Feliz

A Prefeitura Municipal de Tefé, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), através do Hospital Regional de Tefé (HRT), trás dicas sobre alimentação saudável em meio a pandemia, com o Nutricionista, Lucas.

Prefeitura de Tefé e Sesc realizam atividades de compostagem colheita e entrega de hortaliças para a Creche Criança Feliz

Alimentação saudável em meio a pandemia

O ato de se alimentar vai muito além de nos satisfazer e saciar a nossa fome. Alimentação envolve um processo complexo que de forma adequada garante o bom funcionamento do corpo, como consequência nos torna saudáveis e fortalece o sistema imunológico contra agentes agressores, como vírus, bactérias e fungos, que podem causar várias doenças.

Alimentos naturais, como frutas, legumes, verduras, grãos diversos, oleaginosas, tubérculos, raízes, carnes e ovos, são saudáveis e excelentes fontes de fibras, de vitaminas, minerais e de vários compostos que são essenciais para a manutenção da saúde e a prevenção de muitas doenças. Inclusive aquelas que aumentam o risco de complicações do Coronavírus, como diabetes, hipertensão e obesidade.

Com isso, o cenário atual demanda um cuidado redobrado não só com a higiene, mas também com a alimentação. Uma vez que estar com as condições nutricionais em dia, por meio do consumo adequado de alimentos saudáveis e água potável, contribui para o fortalecimento do sistema imunológico, para a manutenção e a recuperação da saúde.

Confira algumas orientações importantíssimas que farão grande diferença não somente nesse momento crítico que estamos vivendo, mas para qualquer etapa da vida!

1- Faça dos alimentos in natura ou minimamente processados a base da sua alimentação
2- Utilize óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades no preparo das refeições.
3 – Limite o consumo de alimentos processados e evite o consumo de alimentos ultraprocessados.
4 – Planejar o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece.
5 – Ser crítico quanto a mensagens e dados sobre alimentação em propagandas.

Lucas, nutricionista HRT – Imagem: Divulgação