Pontos Turísticos

Descubra o que Tefé tem de melhor! Para conhecer a cidade como um turista ou viver como um morador, confira estas dicas de locais imperdíveis em Tefé, o Coração da Amazônia.

Download da Guia Turística

Entre em contato com os Guias autorizados e tenha uma excelente experiência em Tefé. Para isso, basta fazer download da nossa Guia Turística Tefé 2020.

Através desse arquivo, você pode entrar em contato direto com os Guias Cadastrados de Tefé e Operadores de Turismo e agendar toda sua experiência amazônica.

Praia da Ponta Branca

A Praia da Ponta Branca, está localizada na Rua Duque de Caxias, no Centro. No verão, a temperatura varia entre 35° a 41° graus, estação menos chuvosa (entre os meses de julho e outubro), nossas praias são sazonais surgem entre os meses julho a agosto e ficam até o mês de Janeiro a Fevereiro. as praias, cujas mais procuradas são: Ponta Branca, Praia da Juliana, Praia de Itapuã e Praia de nogueira, localizada do outro lado do lago de Tefé.

Na praia da Ponta Branca, assistir da li ao nascer do dia e ao por do sol é hoje um motivo de orgulho para os frequentadores do local e para os amantes da natureza. Nada melhor do que um dia após o outro e a decisão de se fazer diferente para mostrar que nem tudo está perdido. As demarcações das áreas de estacionamento, banhistas, desportistas, motocross e até pipeiros, dá na piores da hipóteses a intenção da gestão municipal de organizar o local, agora é esperar que os banhistas se comportem e ajudem a melhorar a limpeza, porque depois de cada domingo muito lixo na orla é o saldo do final de semana.



Palácio Bertholletia Excelsa

No dia 27 de março de 1938 foi inaugurada a nova prefeitura de TEFÉ, situado na Rua Olavo Bilac, nº 500 – Centro. Prédio que o Sr. Atilio Nere começou a construir entre os anos de 1906-1908 quando era prefeito da cidade; a finalidade da obra era construir uma escola com o mesmo aspecto das escolas de Manaus. O então prefeito Cleto Marques Praia é quem termina a obra, sendo autorizado pelo Governador Álvaro Maia quem muda o destino da obra e torna-se sede da prefeitura.

No dia 27 de março de 1938 foi inaugurada a nova sede da Prefeitura de Tefé com o nome Palácio Bertholletia Excelsa. A Bertholletia excelsa é popularmente conhecida como castanha-do-brasil.



Comunidade da Missão

O Centro de Espiritualidade P. Cláudio Poullart des Places é localizado numa Comunidade chamada de ‘MISSÃO’. Este nome se deve ao fato de que foi aqui neste local que começou a Missão dos Espiritanos em Tefé fundada por P. Xavier Libermann em junho de 1897. Na boca do Rio Tefé, a ‘Missão’ foi estrategicamente localizada para servir todos os missionários do Alto Solimões.

A ‘Missão’ abarca três pontos principais:
1. A Casa da Missão construída em 1954 por irmãos holandeses, exatamente no lugar onde estava antes a primeira casa, construída em 1897-1898, pelos primeiros espiritanos (franceses, suiços e alemães).
2. A Igreja da comunidade local e da paróquia da Missão (com 60 comunidades ribeirinhas) cuja construção foi iniciada em 1924 pelo Ir. Aristóbulo Lülsdorf e foi concluída somente em 1952. A igreja é dedicada ao Divino Espirito Santo.
3. O Cemitério espiritano com sepulturas de confrades, desde o início da missão espiritana na Amazônia (1885).

O Centro de Espiritualidade se encontra a cerca de 40 minutos de barco da Cidade de Tefé. No momento é acessível apenas pelo rio, mas já está encaminhada uma futura estrada saindo de Tefé para servir a localidade.

Este Centro de Espiritualidade foi instituído com este nome no ano 2003, pelo tricentenário Espiritano e o pouco mais do que centenário dos espiritanos em Tefé. Tem como objetivos servir às paróquias e aos agentes pastoral (padres, diáconos, religiosos (as) e leigos) da região como casa de encontros, estudos e retiros e a transmissão do Carisma Espiritana aos leigos e vocacionados que nos procuram. Ele fica ao lado da Igreja matriz da grande paróquia ribeirinha do Divino Espirito Santo da Missão. A partir de 2003 a casa foi recuperada totalmente sob a supervisão dos Padres Antõnio Jansen e Altino Fafiães, pois se encontrava em ruínas. Com a recuperação da casa, iniciou-se um processo de a dar a conhecer às Prelazias e Dioceses vizinhas. Neste momento a casa é bastante requisitada principalmente aos fins de semana.



Encontro das Águas

Uma das principais atrações da cidade de Tefé é o encontro das águas. Aqui, a confluência se dá entre o Lago Tefé e o rio Solimões. Para ver esse espetáculo da natureza, a sugestão é que você pegue umas catraia para se aproximar e conhecer essa beleza ímpar.

O encontro das águas escuras do Lago Tefé e a água barrenta do rio Solimões é uma das belas atrações naturais de Tefé. A bela paisagem e a grande produtividade do rio possibilitam a observação de animais como o boto-vermelho e o tucuxi, que saltam fazendo um espetáculo à parte.



Catedral Prelatícia Santa Tereza de Ávila

Caso você esteja no centro de Tefé, não deixe de visitar a Catedral Prelatícia Santa Tereza de Ávila, localizada na Rua Quintino Bocaiúva, nº 414 – Centro. Na praça da mesma, são realizados alguns eventos da cidade, como feiras de comidas típicas, encontros com apresentações culturais e a tradicional festa de Santa Teresa, padroeira da cidade, que ocorre no dia 15 de outubro.

A igreja é pertencente à Província Eclesiástica de Manaus e ao Conselho Episcopal Regional Norte I da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.



Seminário São José

O Seminário de Tefé, está localizado na Rua Duque de Caxias, n° 438 – Centro.  O monumento é uma construção de estilo arquitetônico medieval do início do século XX localizada no centro da cidade. O seminário é de extrema importância histórica e cultural para a cidade de Tefé, cujas obras se iniciaram no ano de 1913, quando o Monsenhor Miguel Alfredo Barrat solicitou ao arquiteto francês Raphael Haag a elaboração do projeto de construção, sendo a primeira parte do imóvel inaugurada em 1919.

Ao longo dos anos, o Seminário de Tefé tornou-se local de formação, cultura e educação de jovens não só da área da Prelazia de Tefé, mas de toda a região.

Hoje funcionam no prédio diversas atividades sociais voltadas a crianças, adolescentes e idosos.



Pousada Uacari / RDS Mamirauá

A Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, localizada no estado do Amazonas, na região do médio Solimões, é a maior reserva florestal do Brasil dedicada exclusivamente à proteção da várzea amazônica. Mamirauá foi a primeira Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) implantada no país. É uma unidade de conservação legalmente instituída pelo poder público, tendo objetivos de conservação e limites bem definidos. A única forma de visitar a reserva mamirauá é atraves dos pacotes turisticos comercializados pela Pousada Flutuante Uacari, que é uma iniciativa do programa de turismo de base comunitária, pioneira no país. É uma pousada flutuante localizado no canal do lago de Mamirauá, a pousada tem 10 suítes e uma programação completa por atividades na amazônia.



Feira Municipal de Tefé

A Feira Municipal de Tefé, foi projetada para ser um entreposto comercial de atacado e varejo, especializado na comercialização da farinha, de frutas, verduras, peixes, carnes, temperos e outros produtos alimentícios. Ela possui cerca de  195 (cento e noventa e cinco) boxes, nos quais permissionários trabalham nas áreas de varejista, embeleze, artesanato, plantas ornamentais, gêneros alimentícios, produtos agrícolas e hortifrutigranjeiros, secos e molhados e produtos afins da agricultura.

A Feira Municipal Eduardo Nunes de Sá está localizada na Rua Duque de Caxias, s/n, Centro, Município de Tefé;



Edifício Dom Joaquim – Rádio Educação Rural de Tefé

A Rádio Educação Rural de Tefé está localizada na Praça Santa Tereza, nº 263 – Centro. Sua história começou em 1962 quando se uniram o bispo da Prelazia de Tefé, Dom Joaquim de Lange e o Movimento de Educação de Base – MEB – para instalar uma estação radiofônica . A primeira transmissão em fase experimental foi realizada numa das salas do Seminário em 1963. Se no princípio a preocupação era com as Escolas Radiofônicas, hoje a Rádio Educação Rural de Tefé fala para toda a região amazônica, seguindo seu lema: ”Educando, informando e divertindo”.

Em 1996 foi criada a Fundação Dom Joaquim, fazendo uma justa homenagem ao primeiro bispo da Prelazia de Tefé e idealizador da Rádio Educação Rural de Tefé, com a finalidade de absorver os meios de comunicação da Prelazia e criar os meios para sua manutenção. Em 1966 foi quando o prédio atual foi inaugurado.

A Rádio está voltada a população ribeirinha dos municípios de Tefé, Alvarães, Uarini, Maraã, Fonte Boa, Jutaí, Caitaú, Carauari e outros. Além de informar as comunidades, o Prédio Dom Joaquim é detentor de muitos arquivos históricos da cidade de Tefé, vale a pena uma mergulho nessa história.



Culinária Local

A gastronomia tefeense é rica, em aves silvestres, em peixes, em frutas que em algumas das vezes só é encontrada em florestas que compõe Tefé.

Pratos com a caldeirada de pirarucu com leite de castanha, peixe assado na folha da bananeira, recheado com temperos típicos, Todos os pratos acompanhados com farinha amarela ova, sim são simplesmente irrecusáveis! Sem falar da diversidade de sucos da região, e de nossos doces a base de cupuaçu, graviola, araçá e de castanha.



Espaço Gastronômico Lélio Bessa

Nas vésperas do aniversário de 164 anos de Tefé, a Prefeitura Municipal de Tefé reinaugurou a nova Praça Municipal de Tefé que dispões de um novo espaço gastronômico, o Espaço Gastronômico Lélio Bessa, localizado ao na Rua Olavo Bilac, no Centro de Tefé. O espaço possui cobertura de estilo de um bistrô amazônico em alto padrão e que pela primeira vez, ao invés de tirar recurso da prefeitura, trará recursos para o cofre Municipal. Isso porque cada empresário instalado, arcará com um aluguel. Esse dinheiro esse será retornado em serviços para a população.

Para as crianças, foram disponibilizados brinquedos educativos e inclusivos para que todos tenham oportunidade de se divertir. Balanços adaptados para crianças cadeirantes e amarelinhas com números e letras.

Mais uma obra de requalificação da Orla de Tefé que começa a ficar maravilhosa graças ao empenho e dedicação da Prefeitura de Tefé. Um presente digno para Tefé no 164° aniversário.



Mirante das Mangueiras

O Mirante das Mangueiras, é um longo calçadão, com arquibancada, lixeiras e com acessibilidade, que faz parte do novo cenário do local. O espaço dispões de um novo ponto familiar, que substituiu as bares e desorganização que havia antes.

Para o prefeito Normando Bessa de Sá o local representa bem o novo momento que o município vive. “Esse é um local importante, mas que distanciava muitas pessoas, as famílias, hoje estamos devolvendo a função social do local e pondo em prática o nosso discurso”, finalizou, no dia de sua inauguração.



Memorial da Cidade de Tefé

O Memorial da Cidade de Tefé está situado dentro do Palácio das Bertholetias (Prédio da Prefeitura de Municipal de Tefé), na Rua Olavo Bilac, nº 500 – Centro. O local dispõe de arquivos, fotos, vídeos entre outros objetos que relembram a história do município e resgatam a valorização do povo tefeense.

A memorial dispõe de ainda de visitas guiadas, para melhor compreensão da história do município.

Espaço do Empreendedor

A Prefeitura de Tefé inaugurou o Espaço do Empreendedor com o objetivo de fomentar a expansão de negócios na região, ampliando e fortalecendo o potencial das cadeias produtivas, num ambiente favorável ao desenvolvimento de novos empreendedores.

No Espaço do Empreendedor, o que chama bastante atenção é um avião em homagem a um dos pioneiros no ramo do empreendedorismo em Tefé, o Senhor Antônio Picão, mentor da empresa de aviação ‘Amazonaves Táxi Aéreo’, localizada no município de Tefé

O Espaço do Empreendedor fica localizado na Praça Túlio Azevedo, na Rua Duque de Caxias, 465-607, Centro.



Letreiro Eu Amo Tefé

Instalado no estacionamento do Aeroporto de Tefé, em frente a área de embarque e desembarque, está localizado o letreiro com a escrita “AMO TEFÉ”, no qual o ícone “Amo” é representado por um coração gigante. O letreiro, durante a noite, conta com iluminação cênica para que as fotos fiquem ainda mais românticas e os turistas possam expressar seu amor pela nossa cidade.

Desde que a obra foi instalada na gestão do prefeito Normando, tornou-se parada obrigatória para adultos, jovens e crianças que desejam eternizar um momento na cidade de Tefé.

O letreiro está posicionado em um local fácil de se chegar e que atrai grande quantidade de público de Tefé e também de turistas, que veem para a cidade em busca de conhecer o Coração da Amazônia.