Banda de Música ‘Os Continentais’

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é uma unidade pública estatal descentralizada da política de assistência social, responsável pela organização e oferta de serviços da proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nas áreas de vulnerabilidade e risco social. Caracteriza-se como a principal porta de entrada do SUAS, ou seja, é uma unidade que possibilita o acesso de um grande número de famílias à rede de proteção social.

O projeto tem por objetivo prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidades e riscos sociais, por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, e da ampliação do acesso aos direitos de cidadania. Estes serviços são de caráter preventivo, protetivo e proativo.

Com o início da execução das atividades desse grupo, o projeto promove reflexões das situações vividas por esses indivíduos em seu território, reforçando sua continuidade através da descoberta de novos talentos, ampliando ações formativas e democratização cultural, pautando suas ações na socialização, experimentação e vivência coletiva. Buscando ainda, contextualizar situações de vulnerabilidade e risco, assegurando o conhecimento sobre direitos sociais, proporcionando uma nova compreensão e interação com a realidade vivida, negando-se a condição de passividade, além de favorecer processos de mudança e de desenvolvimento do protagonismo e da autonomia, prevenindo a ocorrência de situações de risco social.

 

METODOLOGIA

O presente projeto trata-se de uma proposta de propagar o conhecimento sociomusical. A primeira etapa inicia-se com a musicalização, onde a avaliação será no próprio fazer, não dissociando a prática da teoria. Através de treinos de percepção auditiva e memória musical, pesquisa e interpretação de sons de diversas naturezas e procedências, observando acompanhamento das atividades musicais.

O trabalho realizado com o grupo será organizado em percursos, de forma a estimular as trocas culturais e o compartilhamento de vivências, desenvolvendo junto aos usuários o sentimento de pertencimento e de identidade, fortalecendo os vínculos familiares, sempre sob a perspectiva de incentivar a socialização e a convivência comunitária.

Assim, através do avanço das habilidades dos usuários, divulgar o trabalho à comunidade.

PARCERIA NO DESENVOLVIMENTO DO PROJETO

A parceria é sempre necessária para que as atividades sejam desenvolvidas em proporções maiores e que resulte em um atendimento profissionalizado a esses usuários que estão em vulnerabilidade social. Em vista disso, esperamos contar com o apoio da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na comunidade Cristo Redentor, localizada no bairro Colônia Ventura, tornando-se assim um ponto acessível para os moradores que não possuem meios para chegarem até o CRAS II, além dos próprios educadores sociais do CRAS II que juntamente da equipe técnica de referência estarão desenvolvendo esse projeto com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Cidadania – SEMASC, através da Prefeitura Municipal de Tefé, na pessoa do prefeito, o Sr. Normando Bessa de Sá.